1363 lecturas
Nov 4 2012

Cultura

Carlos Grassioli* / Wislawa Szymborska, com mapa e rosa na mão…

Carlos Grassioli* / Wislawa Szymborska, com mapa e rosa na mão…

O dia começava envolto por uma espessa neblina, e numa pequena passagem para pedestre, sob um elevado —quem diria, tão cedo!— uma florista de origem cigana, que sugeriu como cor um “vermelho paixão”.
Com mapa e rosa na mão, e seguindo a orientação do recepcionista do hotel, lá fui eu honrar o encontro marcado.

913 lecturas
Ago 18 2012

Sociedad

Um moço esquisito

Um moço esquisito

Um pequeno povoado.
Um desalento só!
Uma única rua, esburacada, como uma fenda ou ferida aberta entre as pequenas e poucas casas de alvenaria ou de pau a pique, sem pintura, quase coladas umas às outras.

2696 lecturas
Jul 24 2012

Sociedad

São Paulo: pesadelo urbano

São Paulo: pesadelo urbano

Era uma manhã ensolarada de domingo, do mês de abril deste ano. Eu estava lá, caminhando de Santa Cecília, em direção a Campos Elíseos e ao cruzar em baixo do viaduto do Minhocão, deparei-me com um quadro, diria, digno de um “mundo cão”: um número expressivo de tão desumanizados seres. Muitos! Uns dormindo ainda, outros acordando, embaixo daquele imenso e sombrio viaduto.

1094 lecturas
Jun 4 2012

Cultura

Carlos Grassioli / Saudades

Carlos Grassioli / Saudades

“Dir-se-ia ainda um destes estranhos vestidos de bailarina, em que a gaze transparente e escura deixa entrever os esplendores amortecidos de uma saia deslumbrante, como sob o negro presente transpassa o delicioso passado: e as estrelas vacilantes de ouro e prata, com que ela foi polvilhada, representam estes fogos da fantasia que só acendem bem sob o luto profundo da noite.”
(Baudelaire)

3418 lecturas
May 12 2012

HumorSociedad

Carlos Grassioli* / Mayo, mes de las novias…

Carlos Grassioli* / Mayo, mes de las novias…

Num fim de semana desses, o suplemento central de um jornal de grande circulação “anunciava” e abria espaço pra uma grande matéria sobre uma “novidade”: a opção pela castidade ou virgindade, pelo casamento, etc., etc. por um expressiva fatia da população jovem…”. Novos valores.Por isso decidi, neste “mês das noivas”, dar o meu pitaco.
Ler o que eu escrevo é absolutamente dispensável.

1132 lecturas
Abr 11 2012

Cultura

Carlos Grassioli* / Arte pequena, mas não menor.

Carlos Grassioli* / Arte pequena, mas não menor.

A lembrança daquela minúscula pintura no fundo de latinha de refrigerante, e do mar de poesia que ela continha, não só me salvou de mim mesmo, do meu próprio naufrágio, como me permitiu ir mais longe: entrar no barco, segurar o leme e salvar aquela imensa nave do seu iminente naufrágio.

1229 lecturas
Mar 2 2012

CulturaOpinión

Crônica do verão crônico.

Crônica do verão crônico.

A falta de respeito e de educação, esse mal maior e crônico, é quase absoluta! A poluição visual e sonora é a perder de vista; e narciso, então, é o deus da vez… ou do verão. Ou dos tempos modernos! O outro, o próximo, o pedestre, o vizinho, que se escafeda, que se exploda… “Não tô nem aí” é a palavra de (des)ordem.