1446 lecturas
Dic 6 2015

Política

Brasil: O Vice-Presidente Michel Temer é sócio do golpe

  Michel Temer fez questão de deixar transparecer sua absoluta falta de solidariedade institucional com Dilma, cujo cargo legítimo de Presidente da República está ameaçado pelo processo de impeachment instalado pelo psicopata corrupto que preside a Câmara dos Deputados. Não se esperaria solidariedade política de Temer com Dilma, mas apenas o compromisso dele com a […]

1330 lecturas
Nov 16 2015

OpiniónPolítica

O 11 de setembro europeu

A estupefação com os atentados terroristas em Paris é proporcional à incapacidade em se admitir as verdadeiras causas desta barbárie. O mundo inteiro é afetado pelos desdobramentos da guerra travada pelas potências mundiais contra o Estado Islâmico, a Al Qaeda e outras organizações terroristas. Mas esta não é uma guerra mundial, e os países que […]

682 lecturas
Ago 6 2015

Política

La urgencia política pide una dirección de transición en el PT brasileño

Neste momento há uma confluência perigosa de crises. O ambiente “razoavelmente grave” pode evoluir para o que o vice-presidente Michel Temer cautelosamente chama de “crise desagradável para o país”. É notável a articulação, o fôlego e a versatilidade da ofensiva conservadora, com sua rede bem coordenada de partidos, intelectuais, mídia, capital financeiro e personagens incrustados no MP, na PF e Judiciário.

757 lecturas
Jun 26 2015

Política

Una burlesca excursión (brasileña) a Venezuela

El artículo del senador Aecio Neves en la “Folha de San Paulo” del 22/06/2015 pone fin a la enorme curiosidad que rondaba la burlesca visita de algunos senadores a Venezuela. Aecio cuyo histrionismo derechista le ha valido el nombre de “Capriles brasileño” aparentemente se halla en el upgrated ideológico. De lo que se desprende, la excursión fué como una especie de zambullida en una conversión reaccionaria: “queríamos visitar al líder de la oposición Leopoldo López”

1118 lecturas
Abr 15 2015

Cultura

Galeano e o silêncio das palavras

As palavras hoje calaram; elas entristeceram. Não podem ser esculpidas da voz, porque hoje a voz não sai: é difícil e doloroso dizer adeus a Galeano. As palavras faziam parte dos ritos solenes e sagrados de Eduardo Galeano. Ele as empregava com a parcimônia típica dos colibris que, com beleza e leveza, flanam diante das flores enquanto colhem seus néctares.

688 lecturas
Feb 3 2015

Política

Eduardo Cunha, o Brasil de 1954 que não acabou

A composição do ministério do Governo Dilma coabitando forças conservadoras, progressistas e figuras controvertidas, para dizer o mínimo, faria sentido [1] para conter a fúria do capital financeiro e inibir o terrorismo econômico, e [2] para assegurar sustentação congressual e, assim, estabilidade política.

796 lecturas
Nov 30 2014

Política

Aécio, o Capriles brasileiro, tem de ser interpelado judicialmente

“Na verdade, Roberto, eu não perdi a eleição para um partido político. Eu perdi a eleição para uma organização criminosa que se instalou no seio de algumas empresas brasileiras e patrocinada por esse grupo político que aí está”. (Aécio Neves, no programa Conexão Roberto D´Ávila, Globo News, 30/11/2014).

647 lecturas
Nov 5 2014

Política

Dilma e a cólera conservadora

A cólera conservadora contra o governo Dilma é um subproduto do ódio e do preconceito contra os pobres. E é uma escolha insensata e perigosa.

692 lecturas
Oct 17 2014

OpiniónPolítica

Dilma e a verdade que liberta e vence

Nos 10 dias posteriores ao primeiro turno da eleição, Aécio vinha numa espiral ascendente, conseguindo tirar maior proveito político dos acontecimentos. Os ventos sopraram a favor: recebeu a adesão do neoconservadorismo rancoroso [setores do PSB e Rede], foi beneficiado com a intervenção cientificamente calculada do juiz que preside o processo da delação premiada de dois criminosos confessos, e contou com a militância orgânica da mídia oposicionista

721 lecturas
Sep 10 2014

OpiniónPolítica

Brasil: Cardápio único no banquete da Casa Grande

O banquete eleitoral que a direita oferece tem um prato único no cardápio: o retrocesso ao Brasil da Casa Grande. O que varia são sutis diferenças de tempero. Aécio e Marina se assemelham em quase tudo; por ora apenas se distinguem quanto ao padrão de virulência da campanha.


Página 2 de 4
«1234»