Jul 17 2008
223 lecturas

Política

Lula: orgulhosos da vitória que o Vietnã conquistou para a Humanidade

"Desde muito cedo acompanhei a Guerra do Vietnã e posso lhe dizer que fiquei tão orgulhoso da vitória do Vietnã quanto um vietnamita. A vitória de vocês foi a vitória do oprimido e nós nos sentimos co-participantes e muito orgulhosos do significado da vitória de vocês para a Humanidade”, afirmou o presidente Lula em Hanói, na semana passada (10), dirigindo-se ao presidente do Vietnã, Nguyen Minh Triet.

“O povo do Vietnã, por tudo que fez nas lutas pela independência e por sua soberania, merece o respeito da Humanidade, porque o que vocês fizeram aqui foi muito mais do que vencer uma guerra, foi uma lição de vida que ensinou a todos os seres humanos que quando queremos uma coisa e temos determinação, nós somos invencíveis”, disse Lula, ao agradecer o “tratamento carinhoso” que recebeu no Vietnã.

Segundo Lula, “fazem parte do imaginário de gerações de brasileiros as grandes vitórias contra o colonialismo em Dien Bien Phu ou os combates dos anos 60 e 70 que conduziram à unificação e emancipação final do país. Nas ruas de cinco continentes se expressou a admiração de milhões de homens e mulheres pelo grande Ho Chi Minh, pelo general Giap e por tantos outros heróicos combatentes”.

Em visita ao general Vo Nguyen Giap, herói da independência e da vitória contra os Estados Unidos, o presidente brasileiro ressaltou: “Não é pouca coisa para um povo vencer, no mesmo século, franceses e americanos”.
Ao apresentar a ministra-chefe da Casa Civil ao general Giap, Lula disse: “Aquela moça é minha ministra. Na sua época, ela foi militante de esquerda, ficou três anos e meio na cadeia, e tem pelo senhor uma verdadeira admiração. Seria importante que o senhor permitisse que ela tirasse uma foto ao seu lado”.

Após tirar fotos com o general Giap, Lula declarou: “tem um amigo nosso que está doente, que é o Fidel Castro, e quero levar esta foto para mandar para ele”.
Em entrevista a jornalistas, Lula sintetizou a visita ao herói vietnamita. “Quando eu fui visitar o general Giap, eu confesso a vocês que eu fiquei emocionado, porque eu li muito sobre aquele homem, as proezas dele são incontáveis, o heroísmo dele, o estrategista que ele é, as vitórias que ele teve. Então, encontrar aquele homem minúsculo, com 98 anos de idade, e saber que por detrás daquela aparência minúscula, tem um homem que derrotou o grande poder militar francês e o grande poder militar americano, é no mínimo você estar diante de uma figura superior. É um serjumano muito mais forte”, afirmou Lula

X

Envíe a un amigo

Su nombre (requerido)

Su Email (requerido)

Amigo(requerido)

Mensaje

Añadir comentario